O que é a conciliação bancária?

A conciliação bancária é a conferencia dos lançamentos (débitos ou créditos) de cada item da parcela. Após efetuar a importação do arquivos da conciliação bancária o analista financeiro vai vincular o que a organização colocou no lançamento com os dados da planilha que foi importada.


OBS: Antes de fazer a conciliação bancária a planilha da conciliação deve ser importada. Só é possível fazer a conciliação bancária nas parcelas que a organização já preencheu e enviou para você efetuar a avaliação da prestação de contas.


Como fazer a conciliação bancária na parcela?

Para fazer a conciliação, acesse: Projetos > MONITORAMENTO > Monitoramento


Clique no projeto que você deseja fazer a conciliação bancária


Clique em: Financeiro


Clique na parcela


- Clique na aba: Conciliação bancária

- No lado esquerdo são exibidos os lançamentos que a organização preencheu no sistema

- No lado direito são os dados do arquivo da conciliação bancária que foi importado


O analista deve identificar quais as linhas que devem ser vinculadas com base nos dados que elas apresentam. Observe que neste exemplo todos os dados coincidem, mas pode ocorrer de somente um ou mais dados coincidam, por isso o analista precisa fazer esta analise.


Agora o analista deve vincular o lançamento do lado esquerdo com a informação da planilha do lado direito, para fazer isso ele deve acessar a coluna: MOV. VINCULADAS, e informar qual é o ID que corresponde na planilha.


E devesse repetir esta ação para o restante dos lançamentos


Após fazer a vinculação dos lançamentos você deve fazer a conciliação. Para fazer isso vá na coluna da CONCILIAÇÃO, clique na seta para abaixo e selecione: Conciliado


E após conciliar todos os lançamentos a conciliação estará concluída. (Neste exemplo você pode observar que não iremos fazer a conciliação de aditivos, mas caso seja necessário você poderá faze-lo, desde que, o mesmo esteja na planilha que foi importada para fazer a conciliação).



Para ver como importar o arquivo/planilha de conciliação bancária, clique aqui.